Mesa Nacional de Negociação permanente com a ECT aborda o descumprimento do ACT

Na próxima reunião, serão abordados temas como Concurso Público, SD, e será dada continuidade ao debate sobre o ponto eletrônico.

No último dia 31/1, a Mesa Nacional de Negociação realizou uma reunião com a ECT, contando com a participação de membros da FENTECT e representantes sindicais.
 
Foram discutidas maneiras de aprimorar a cláusula 61 (Calamidade pública) para possibilitar a imediata implementação da mesma, assegurando os trabalhadores e buscando melhorias na cláusula 13 (Associações).
 
Em relação ao Ponto Eletrônico, não houve consenso entre a empresa e as representações sindicais e a Fentect destacou os sérios problemas associados a essa ferramenta, alegando que ela é uma ferramenta utilizada para assédio e como método para burlar as disposições do ACT 2023/2024 relacionadas à jornada de trabalho.
 
A proposta de flexibilização da jornada para o pessoal da distribuição foi criticada, pois não está alinhada com o atual déficit de trabalhadores na empresa, representando um ataque aos direitos históricos da classe trabalhadora, como o horário do almoço.
 
A FENTECT destacou as cláusulas do ACT 2023/2024, como entrega matutina, limbo previdenciário e vale transporte in itinere, que não estão sendo cumpridas.
 
Os representantes dos trabalhadores solicitaram que a empresa abra as discussões sobre os descumprimentos.do ACT.
 
Além dessas pautas, na próxima reunião, serão abordados temas como Concurso Público, SD, e terá continuidade o debate sobre o ponto eletrônico.
 
A FENTECT solicitou que no próximo encontro ocorra nos dias 22 e 23/2 e exigiu o calendário de reuniões dos GTs para debater temas relevantes nesses grupos.
 
Pauta no Ministério
 
O Secretário Geral da FENTECT, Emerson Marinho, participou de uma audiência no MINISTÉRIO DA GESTÃO E INOVAÇÃO, junto à Sest, órgão de controle governamental, exigindo a revogação da GCPAR 42, que trata do plano de saúde.
 
Emerson Marinho destacou que o fim da CGPAR 42 possibilitará aos trabalhadores negociar para resolver as altas mensalidades e a coparticipação, que têm prejudicado os trabalhadores de empresas públicas, especialmente os dos Correios.
 
Postal Saúde
 
Na terça-feira, dia 30/1, ocorreu a primeira reunião do Grupo de Trabalho (GT) dedicado à Postal Saúde.
 
Durante a reunião, os representantes dos trabalhadores criticaram a quantidade considerada reduzida de reuniões, argumentando que o tempo disponível é insuficiente para abordar adequadamente um tema tão complexo e crucial para toda a categoria. 
 
Além disso, destacaram a necessidade de um espaço mais amplo e frequente para discussões presenciais aprofundadas sobre a Postal Saúde.

0800-646-1992

(48) 3346-1992

(48) 3346-3448

sintect.santacatarina@gmail.com

Das 8h as 12h / 13h as 17h

Designed by HTML Codex