CSP-Conlutas
CSP-Conlutas (Setor Correios) emite nota orientando a categoria
06 OUT 2017

Companheiros e Companheiras,

Queremos ressaltar que na GREVE lutamos contra ECT, TST e o GOVERNO!

Em uma conjuntura totalmente adversa aos trabalhadores e trabalhadoras de todo país, conseguiram realizar uma das maiores greves da nossa categoria em defesa da manutenção dos nossos direitos e conquistas!

Conseguimos impedir que o TST nos impusesse um acordo que tirava nossos direitos, quando o mesmo tentou, em conjunto com a ECT (representada pelo seu presidente Guilherme Campos/PSD) e o Governo Temer/PMDB, prorrogar o nosso ACT inicialmente para dezembro/2017 e em seguida para fevereiro de 2018, em ambas ocasiões com objetivo claro de já neste acordo implantar as mazelas da reforma trabalhista que entra em vigência em 11 de novembro do corrente ano.

A categoria disse NÃO! À ECT e ao TST, a todas políticas de terrorismo e se mantendo firme na greve, mesmo depois de desconto de dias e da suposta abusividade na visão tirada pelo o ministro do TST!

Mesmo com todos ataques a categoria resistiu e com o ingresso dos trabalhadores e trabalhadoras das bases de São Paulo e do Rio de Janeiro, houve um fortalecimento da greve iniciada pela FENTECT, tendo a base atropelado as direções do SINTECT-SP e RJ, dirigidos pela Findect que desde o início esteve de braços dados com a ECT e o governo Federal.

A partir da proposta formulada pelo ministro do TST, no último dia 04, fruto da força da greve em todo país, conseguimos a reedição do ACT 2016/2017 e todas as suas cláusulas. Porém, sabemos que a nossa guerra não acabou, pois, a mediação iniciada pelo TST em abril deste ano irá continuar e caso não exista um recuo por parte da ECT na tentativa de implantar mensalidade no nosso Plano de Saúde, uma nova batalha se dará e não temos dúvida de que novamente estaremos lutando contra a cobrança de mensalidade no plano!

Infelizmente a correlação de força e a conjuntura não está dando condições para que possamos continuar neste momento a greve. Mas queremos aqui valorizar muito a grande luta e a força da greve que fizemos.

Assim, orientamos, diante do contexto apresentado, pela APROVAÇÃO DA PROPOSTA FORMULADA PELO TST FRUTO DA NOSSA GREVE E MOBILIZAÇÃO.

Entendemos que foi uma GREVE heróica, porém a Guerra Continua em defesa do nosso Plano de Saúde e contra a privatização dos Correios!

A categoria deu o recado para o TST, para ECT e mostrou, que para defender os seus direitos, quantas vezes for necessário, a mesma irá se levantar!

NOSSOS DIREITOS E CONQUISTAS FICAM! GUILHERME CAMPOS SAI!

SINTECT-AM;
SINTECT-PB;
SINTECT-PE;
SINTECT-SC;
SINTECT-SJO/SP;
SINTECT-VP;
OPOSICÕES DA CSP CONLUTAS SETOR CORREIOS.





Mais Notícias em CSP-Conlutas:
Correios demite Carteiro após a greve
19-10-2017
Contato
Rua Heronildes José da Silva, 190
CEP: 88110-624 - Bairro Floresta, São José/SC
Telefones/Fax: 0800-646-1992
(48) 3346.1992
/ (48) 3346-3448
Cadastre-se para receber nossas notícias:
cadastrar ou remover
Receba notcias por SMS
cadastrar     remover