POTALIS / POSTALPREV
A ECT criou em 26 de fevereiro de 1981 o fundo de pensão para os trabalhadores dos Correios chamado Postalis - Instituto de Seguridade Social dos Correios e Telégrafos. Como missão o instituto deverá administrar de forma segura, transparente e eficaz, planos de benefícios previdenciários adequados ao perfil dos participantes, patrocinadores e instituidores. Ainda de acordo com a sua visão o objetivo era torna-se, até 2015, referência na gestão de planos de benefícios, apresentando os melhores resultados de desempenho no segmento de previdência complementar.

O Postalprev é o plano de benefícios do fundo de pensão Postalis - Instituto de Seguridade Social dos Correios e Telégrafos. A partir do Postalis, optando por participar do Postalprev, o trabalhador dos Correios, forma uma poupança, ou seja, uma renda extra para ser utilizada na aposentadoria. Essa poupança é formada pelas contribuições dos trabalhadores somada com a contribuição da ECT. A ECT deposita o valor igual à Contribuição Básica realizada pelo trabalhador (mensal e composta por duas parcelas, com percentuais escolhidos pelo participante). 

Para honrar com o pagamento da suplementação das aposentadorias o fundo de pensão precisa obter rentabilidade ou seja precisa pegar os valores depositados e fazê-los render. Isso é feito com investimentos que poderão ser em renda fixa (poupança), renda variável (ações na bolsa), imóveis e empréstimos. A busca pela rentabilidade, é sempre acima das metas, para fazer frente as situações que poderão exigir um equilíbrio financeiro do plano, como a alteração da expectativa de vida, que influência nos cálculos realizados para prever o valor a ser pago para um trabalhador na sua aposentadoria. 

Por exemplo, a tábua de sobrevivência, que nada mais é do que um cálculo matemático que vai definir a quantidade de anos que uma pessoa poderá viver, com base em dados oficiais do IBGE. Quando este dado é atualizado, os cálculos atuarias são refeitos. A mudança para uma tábua mais nova implicaria na necessidade de se aumentar o valor das contribuições para se manter o valor dos benefícios a serem resgatados.

Existem outros 3 tipos de contribuições: - Voluntária, extraordinária, específica de participante. 

No futuro, o Postalis deverá pagar essa renda extra, chamada de suplementação de aposentadoria, para todos os participantes do plano. 

Além da poupança para a aposentadoria, o Postalis oferece aos trabalhadores Seguro de Vida, Empréstimos e um Plano de Saúde - o Postal Saúde. Este último tem sido motivo de debate entre os trabalhadores. 

A ECT sempre cuidou do plano de saúde da categoria, com o Correios Saúde. Entretanto, com a criação em 30 de abril de 2013, do Postal Saúde, o plano passou a ser autogestão, administrado pela Caixa de Assistência e Saúde dos Empregados dos Correios. 

Isso significa a possibilidade de privatização do plano. O Sintect/SC é contra e luta para que isso não aconteça. 
Contato
Rua Heronildes José da Silva, 190
CEP: 88110-624 - Bairro Floresta, São José/SC
Telefones/Fax: 0800-646-1992
(48) 3346.1992
/ (48) 3346-3448
Cadastre-se para receber nossas notícias:
cadastrar ou remover
Receba notcias por SMS
cadastrar     remover